Musica NacionalNoticia Nacional

Eleição do conselho tutelar acontece em todo o Brasil simultaneamente

By Outubro 7, 2019 No Comments

Por: João de Jesus

A fim de garantir e proteger os direitos dos menores de idade segundo o Estatuto, o conselho tutelar chega para mais uma etapa de votação. O processo consiste em avaliação de desempenho e eleição. Nesse domingo (06), das 8 até as 17 horas, aconteceu a última fase, muitos cidadãos foram as urnas, de forma facultativa, para elegerem quem irá representar as garantias dos menores por 4 anos.

Em Vitória da Conquista o eleitorado teve que ir, em geral, para o IEED (conhecido como Colégio Normal). Para surpresa de muitas pessoas, os cidadãos foram em peso até as urnas, houve tumulto no final, quando estavam faltando poucos minutos para terminar, várias pessoas entraram as pressas pelo portão de entrada do IEED com medo de perder a oportunidade. Quando o relógio marcou 17 horas, muitas pessoas foram impedidas de entrar para darem os últimos votos. A cena se semelhou um pouco com o famoso “show dos atrasadinhos” no dia da prova do ENEM. Quem já estava dentro da escola, pôde votar mesmo após o horário, alias em algumas salas ainda com fila.

Seu José Bonfim que é aposentado e foi para a votação dos conselheiros pela primeira vez, chegou no tempo certo com sua sobrinha, deu seu voto tranquilamente e ainda relatou que a função de conselheiro tutelar é algo digno, que toda cidade precisa ter, mas ele acrescenta uma crítica ao processo seletivo, seguindo ele poderia não haver a eleição. Para José, apenas as provas já poderiam ser suficientes para pleitearem o cargo “quem realmente fosse bem na prova seria o aprovado sem necessidade dos candidatos pedirem votos (…) no Brasil, por exemplo, há muitos políticos que não tem tanta escolaridade”. Ele ainda diz que dificilmente a sociedade terá interesse em acompanhar o desempenho dos futuros eleitos “o povo não preocupa, pois já sabe a situação que está o Brasil, eu mesmo venho por amizade e por saber que a pessoa que votei realmente merece”.

Já para Joabe, que fez parte da coordenação do processo eleitoral, o cidadão não pode apenas dá o voto, mas sim “fiscalizar, cobrar e acima de tudo também ser um mini conselheiro tutelar, que possa esta informando ao conselho qualquer denúncia que ele esteja percebendo”. Para ele, votar nesse tipo de eleição é o mesmo que escolher as pessoas “que vão esta no batalhão de frente da luta diária defendendo as crianças e os adolescentes do município”.

Joabe ainda completou destacando que mesmo sendo em apenas um colégio, a eleição contou com 15 salas e 45 urnas ao todo. Foram mais de 150 pessoas que durante 6 meses organizaram todo o processo, para que nesse domingo ocorresse a eleição, que surpreendeu a coordenação, por ter tido um número, que não era tão esperado, de eleitores presentes . Segundo ele, ainda haverá mais uma etapa, que será a formação dos eleitos.

Leave a Reply