Os Correios inauguram nesta quarta-feira (10) o Centro de Tratamento de Cargas e Encomendas (CTCE), em São José, região metropolitana de Florianópolis (SC). Na ocasião, foi inaugurada, também, a oitava nova máquina de triagem automatizada de encomendas da empresa. Ao todo, os Correios possuem 17 máquinas de triagem de encomendas e 51 de mensagens.

A nova unidade operacional da empresa vai trazer modernização e melhoria da qualidade dos serviços prestados pela empresa. O CTCE agrupa as duas unidades de tratamento de objetos já existentes no Centro Operacional e Administrativo dos Correios, em São José. Entre cartas e encomendas, o centro tem capacidade de triagem de cerca de 800 mil objetos por dia.

Em discurso, o presidente dos Correios, Floriano Peixoto destacou que a ampliação do parque industrial de encomendas é um dos grandes investimentos da empresa e está alinhada a um dos valores da estatal, o de orientação para o futuro. “Esse processo de automação tem como objetivo atender as necessidades do mercado, agregando agilidade e eficiência ao tratamento envio de encomendas garantia do padrão de qualidade exigidos pelos nossos clientes e pela sociedade”, enfatizou Peixoto.

O evento também contou com a presença de autoridades dos governos federal, estadual de SC e municipais, representantes de órgãos públicos e das Forças Armadas, clientes e empregados.

Automação da triagem

Esta é a oitava máquina de um total de dez que serão instaladas, até 2020, em diferentes estados para a ampliação do parque industrial de encomendas dos Correios. A máquina vai dobrar a capacidade produtiva da empresa: com capacidade de triar até 12.400 objetos por hora, atendendo a até 200 destinos simultâneos.

Com isso, o equipamento reduz o tempo entre a postagem e a entrega final ao destinatário. Da entrada até a saída na máquina, leva-se em média dois minutos para completar o processo de leitura do código de barras, triagem e encaminhamento do objeto. O processo de automação se adequa, assim, às necessidades do mercado, agregando agilidade e garantindo padrões de qualidade exigidos pelos clientes.

As peças, engrenagens e estruturas da máquina chegaram em novembro de 2018. Foi iniciado, então, um minucioso processo de montagem, durante cinco meses, seguido de um período de testes, para entregarmos o equipamento com precisão, segurança e pronto para utilização.

Todo o processo contou com o trabalho de 167 técnicos – entre brasileiros e estrangeiros de diferentes países como Estados Unidos, Inglaterra, Índia, Alemanha, Argentina e Itália. A máquina tem 95 metros de comprimento, 16 metros de largura e pesa 22 toneladas, ocupando uma área de 2.500 m² – o equivalente a duas piscinas olímpicas.

FONTE: http://blog.correios.com.br/correios/?p=50085

Powered by WPeMatico

Comentários