embasa

secom obras rancho tres lagoas secom obras uesb manoel importados
divisor
aero park
rancho tres lagoas

by marta soares

rr servicos

card express

sinserv
dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031









arena safadao acrilux autoescola tr

Neto quer candidatura única na Câmara

ACM Neto admite que pode haver bate-chapa, o que não seria “um fim de mundo” - Foto: Luciano da Matta |Ag. A TARDE | 13.10.2016ACM Neto admite que pode haver bate-chapa, o que não seria “um fim de mundo”

O prefeito ACM Neto (DEM) mandou recado, terça-feira, aos vereadores eleitos de sua base na Câmara Municipal, onde a disputa pelo comando da mesa diretora para o biênio 2017-2018 está causando tensão velada entre o atual presidente da Casa, Paulo Câmara (PSDB), e outros cinco edis do Movimento Câmara Democrática. Neto afirmou que vai trabalhar “pessoalmente” por uma candidatura única entre seus aliados na Casa.

O prefeito disse que, apesar de não ter veto ou preferência por nenhum dos nomes colocados e respeitar a independência do Legislativo, vai trabalhar para ter um nome da base, mas admitiu que pode haver bate-chapa, o que não seria “um fim de mundo”. Contudo, alertou os envolvidos na disputa de que é preciso ter “maturidade” para sair do processo com a base unida. A eleição acontece no dia 2 de janeiro de 2017.

Já colocaram os nomes, até agora, os vereadores Léo Prates (DEM), Joceval Rodrigues (PPS), Tiago Correia (PSDB), Isnard Araújo (PHS) e Geraldo Júnior (SD), que são integrantes do Movimento. Eles acordaram que, até o dia 12/12, o que tiver agregado mais força será o candidato, apoiado pelos demais. Já Paulo Câmara, reeleito uma vez, ainda não se colocou oficialmente, mas vereadores próximos a ele dão como certa sua candidatura. A oposição, até agora, assiste à movimentação nos bastidores.

“Vou trabalhar para tentar que a nossa base tenha apenas uma candidatura, vou trabalhar pessoalmente para evitar uma divisão da base. Pode acontecer (a disputa) e não será a primeira vez. O que a gente tem que ter é maturidade para sair no dia seguinte do processo unido”, alertou Neto.

O prefeito deu pistas de que é preciso evitar desgaste. “Vou tentar fazer esforço para garantir essa unidade da base, não tenho preferência por nenhum nome, nem veto (…). A única coisa que eu quero é que o nome do novo presidente surja de um dos 31 vereadores que foram eleitos com a minha base de apoio. É a única condição, para mim, importante, mas quem vai escolher são eles. Nós não temos o risco de ter nenhuma candidatura de oposição, até agora, que possa surpreender (…) . O importante é que seja da minha base”.

 

 

O vereador Léo Prates, apontado por alguns colegas como o único que deve, de fato, disputar com Câmara – se a base não chegar ao consenso –, disse que não considera democrático ser reeleito duas vezes para a presidência da Casa. Ele ressalta ser esta uma opinião genérica, já que Câmara ainda não se diz candidato. Nos corredores do Legislativo o que se diz é que Léo já teria com ele 11 edis. O Movimento, junto, somaria 23 votos: 19 da base e 4 da oposição.

Ele nega que a base esteja rachada. “Acredito que é normal, que nos processos democráticos pode haver disputa”, diz Prates, que evitou comentar as afirmações feitas ontem pelo prefeito.

Outro comentário é o que diz respeito ao motivo pelo qual o atual líder do governo na Câmara, Joceval Rodrigues, teria se colocado: tem interesse no comando da Secretaria de Promoção Social. Procurado, Joceval não confirmou nem negou e se colocou à disposição de Neto “para qualquer coisa”. “Secretaria é uma determinação do prefeito, eu sou um soldado do time do prefeito. Sou militante da assistência social, ajudei a criar a primeira comissão de assistência social na Câmara”.

Show Arena Safadão está confirmado para o dia 08 de novembro!

Notícia de cancelamento de show Arena Safadão em Conquista é mentirosa!

 

14470437_1559340997424833_8688577252984556460_n

 

por Isaac Cabral

   
Uma pessoa mal intencionada inventou o boato de que o show Arena Safadão, produzido pela Guerreiros Produções em parceria com a Tôa Tôa Produções, e amplamente divulgado para o próximo dia 08, teria sido cancelado.
Postada nas redes sociais do facebook e WhatsApp, a notícia logo ganhou repercussão e foi imediatamente desmentida pela produção do evento.  Maior show realizado anualmente na cidade, o Arena Safadão é alvo da boataria de quem mais parece não ter o que fazer e alimenta-se do infortúnio dos outros.

14462778_1559306437428289_4235065858609757581_n

Em contato com a produção de Wesley, na manhã desta quinta-feira (03/11), o Sistema Acarajé com Pimenta de Comunicação confirmou a informação gerada pela representante da Tôa Tôa, Lêda Lima Rocha e avaliza: Vai ter Safadão na próxima terça-feira, 08 de novembro, em Vitória da Conquista!

O público vai poder conferir os mais recentes trabalhos do fenômeno cearense extraído do seu novo DVD “Ws Em Casa”, gravado em Aquiraz/CE. “Meu Coração Deu PT“, “Solteiro De Novo“, “Sou Mais Forte“, além das carimbadas “Coração Machucado“, “Vou Dar Virote“, “Tim Tim” “Nam Nam Não (Veja Só No Que Deu” e “Camarote
A festa Open Bar será realizada no Parque de Exposições e além do fenômeno Wesley Safadão, compõem a privilegiada grade na edição 2016, as atrações Kart Love, Thierry e Chicabana! Vai ser lindo e a Pista custa R$ 70,00 ou 80,00 em 2x no cartão, assim como o Camarote à vista custa R$ 170,00 e 190,00 em 2x no cartão. A meia entrada pode ser adquerida na LOJA TACO, situada à Avenida Olívia Flores.
CONFIRA ABAIXO VITÓRIA DA CONQUISTA NA AGENDA OFICIAL DE SAFADÃO EM POSTAGEM DE SUA REDE SOCIAL: @wesleysafadao
14910421_1605024909523108_3823653542873459247_n

Procuradoria denuncia 443 ex-deputados, entre eles Moreira Franco

A Procuradoria da República na 1ª Região denunciou 443 ex-deputados no caso da “Farra das Passagens” por uso indevido de dinheiro público. Os ex-parlamentares são acusados por peculato. As informações foram divulgadas hoje pelo site Congresso em Foco.

Na lista de ex-parlamentares denunciados, estão o secretário do Programa de Parcerias de Investimentos do governo Michel Temer, Moreira Franco, o prefeito reeleito de Salvador, ACM Neto (DEM), o ex-ministro Ciro Gomes, os ex-deputados Antonio Palocci (PT) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – ambos presos na Operação Lava Jato.

Em 2009, a revelação de que deputados e senadores usavam recursos do Congresso para pagar passagens para amigos e familiares viajarem no Brasil e no exterior ficou conhecida como “Farra das Passagens”. Na época, o presidente da Câmara era Michel Temer (PMDB), hoje presidente da República.

Os ex-parlamentares se tornarão réus se a Justiça aceitar a denúncia. Segundo o Congresso em Foco, as acusações contra os ex-deputados estão distribuídas em 52 denúncias subscritas pelo procurador Elton Ghersel.

Caberá ao relator, o desembargador Olindo Menezes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região receber ou rejeitar a acusação do Ministério Público Federal.

Salvador deve receber R$ 48,5 milhões de repatriação de dinheiro no exterior Joyce Souza

Abono do PIS/Pasep para nascidos em outubro começa a ser pago - Foto: Marcos Santos | USP Imagens
Abono do PIS/Pasep para nascidos em outubro começa a ser pago

Do total dos R$ 50,9 bilhões arrecadados pela Receita Federal com a regularização de ativos no exterior, com a chamada Lei da Repatriação, R$ 5,47 bilhões serão destinados aos estados e R$ 5,98 bilhões aos municípios. De acordo com dados divulgados oficialmente pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), Salvador deve receber R$ 48,5 milhões. Já as cidades de Feira de Santana, Vitória da Conquista e Camaçari devem ficar, cada uma, com aproximadamente R$ 5,6 milhões.

O valor arrecadado é obtido pelo governo com a aplicação das devidas multas. Sobre o valor repatriado incide uma alíquota de 30%, dos quais metade é referente à multa e a outra ao Imposto de Renda (IR). Estados e municípios têm direito a receber apenas o montante obtido com o IR. Ou seja, apenas R$ 24,580 bilhões são direcionados à partilha com os entes subnacionais. A multa fica inteiramente com a União.
A partilha dos valores do IR respeita os percentuais do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e, por isso, os municípios receberão 22,5% desse valor, o que equivale a R$ 5,726 bilhões. Um pequeno montante de R$ 332 milhões de repatriação já foi pago no último decêndio de outubro.
A expectativa é de que os valores restantes sejam repassados às prefeituras até o segundo decêndio de novembro, juntamente aos valores normais repassados de FPM. A entidade elaborou uma projeção dos valores brutos destinados aos municípios. Ou seja, sem o desconto de 20% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).
Confira a lista completa de quanto deve ser repassado para as cidades baiana.

Segunda edição do Afro Fashion Day terá 70 modelos e 50 marcas

O ponto alto será ao pôr do sol: um desfile na Praça da Cruz Caída, no Centro Histórico, com modelos e convidados negros como protagonistas, além de show surpresa

 

Empoderamento, identidade negra, moda, música e atividades de formação ainda mais fortes. É essa a proposta da segunda edição do Afro Fashion Day, projeto idealizado pelo jornal CORREIO para marcar o Dia da Consciência Negra, celebrado no próximo dia 20.

Oficina de turbantes da 1ª edição foi sucesso (Foto: Jardim 634/Divulgação)

Este ano, o evento gratuito foi ampliado para o fim de semana: começará no sábado, 19, às 9h, e terminará na noite de domingo, 20. O ponto alto será ao pôr do sol: um desfile  na Praça da Cruz Caída, no Centro Histórico, com modelos e convidados negros como protagonistas, além de show surpresa.

“O Afro Fashion Day entrou para o calendário de Salvador. Ele representa para o CORREIO sair das páginas e ambiente digital para viver experiências com o leitor. A gente quer sempre investir nesse tipo de projeto que tenha identidade com a nossa terra e com a nossa marca”, destaca o gerente de Mídias Digitais e Marketing do CORREIO, Fábio Góis.

Programação
Se estende para a Praça da Sé, que receberá, no dia 20, uma feira com mais de 50 expositores. Nos estandes serão vendidos artesanato, acessórios e roupas das marcas baianas que subirão na passarela, além de outros criativos. Haverá também um espaço dedicado à gastronomia baiana e food trucks. Tudo isso acompanhado de muita música.

As oficinas também foram ampliadas e passam a acontecer no Senac da Rua Chile. Serão dez cursos e palestras na manhã de sábado, sobre temas como empoderamento, beleza negra e empreendedorismo.

Outro destaque da programação é a exposição Visu no Pelô, com imagens de pessoas estilosas que circulam pelas ruas do Centro Histórico. A mostra a céu aberto tem curadoria de Paula Magalhães,  editora do Bazar, e de Léo Amaral,  produtor de moda do suplemento de domingo do CORREIO, com fotografias de Angeluci Figueiredo.


“É uma vitrine para o mercado local. Muitos dos criadores vão produzir peças exclusivas com a pegada streetwear. Isso tem muito a ver com o momento que Salvador vive, em que o público jovem tem ocupado mais as praças. As pessoas que estão mais na rua e têm muito estilo”, avalia Fagner Bispo, responsável pela curadoria das marcas e modelos, juntamente com Gabriela Cruz, editora do Bazar.Moda das ruas
Com o tema O Grito das Ruas, 50 estilistas e marcas – 23 a mais que em 2015 – vão apresentar na passarela peças inspiradas na cultura afro-baiana. Também cresceu o número de modelos e convidados que irão desfilar os looks: serão 70, em vez dos 45 do ano passado.

Procurador da República pede suspensão de prova do Enem marcada para o final de semana

Oscar Costa Filho, do Ceará, ajuizou ação civil pública alegando que não podem ser aplicadas provas de redação com temas diferentes para cada data do exame

 

O procurador da República Oscar Costa Filho ajuizou na tarde desta quarta-feira (2) uma ação civil pública que pede a suspensão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcadas para serem aplicadas neste final de semana (5 e 6 de novembro). De acordo com o site da Época, a ação foi distribuída para a 8ª Vara da Justiça Federal no Ceará. Costa Filho sustenta que não podem ser aplicadas provas de redação com temas diferentes para cada data do exame.

Veja lista das escolas afetadas pelo adiamento do Enem

O procurador não sugere qual decisão o Ministério da Educação deva tomar para realizar as provas de redação de uma só vez. Em razão de sua urgência,  a ação civil publica deverá ser julgada até sexta-feira (4).

Nesta terça-feira (1º), o Ministério da Educação anunciou que 191,4 mil inscritos terão as provas adiadas por conta da ocupação por estudantes de 304 locais de prova. Nesta quarta-feira alguns inscritos começaram a receber mensagens avisando sobre o adiamento da realização de provas para dezembro. O órgão afirma que têm condições de processar a análise dos resultados a tempo de os alunos utilizarem as notas para o Sisu e que um exame equivalente ao que será realizado neste final de semana será aplicado.

Resultado de imagem para vestibular resultado ebc

Foto: Arquivo EBC

“Lamentavelmente, (quem paga essa conta) vai ser o próprio governo federal. Bem que gostaríamos de dizer para as pessoas que estão monitorando esse movimento, dando uma cor política diferenciada, adoraríamos dar esse custo a essas pessoas, que desconfio não serem os alunos”, disse a presidente do Inep, Maria Inês Fini.

Na Bahia, 29.810 inscritos no Enem tiveram suas provas adiadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), por causa das ocupações em locais de prova. A lista dos 304 locais por todo o Brasil – 42 na Bahia – onde as provas foram suspensas foi divulgada na tarde desta terça-feira (1).

Através do site de petições online, estudantes se mobilizam para adiar a aplicação das provas para todos os candidatos. A estimativa dos estudantes é chegar a 20 mil assinaturas. Até o momento quase 14 mil pessoas já registraram a manifestação no portal.

“Tendo em vista a atual conjuntura, essa petição visa uma definição de data única a todos, para que não existam estudantes beneficiados ou prejudicados, nem que o princípio de ISONOMIA pregado pela prova seja ferido. Estamos tentando alcançar um grande número de assinaturas para que então seja enviado ao Ministério Público”, justificam os criadores da petição.

REFLEXÃO EM ARTIGO DE REPÚDIO

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus

*Bacharel em Direito e Apóstolo de Cristo Paulo de Társis, escrevendo aos professos membros da Igreja de Cristo na cidade de Roma. (capitulo 12, versículo 02)

Oficina G3 é uma banda brasileira de rock, com temáticas cristãs, formada na cidade de São Paulo em 1987. – Os músicos são reconhecidos por suas proficiências em seus instrumentos,[3] estando frequentemente presentes em matérias de revistas especializadas em música. – [5] É atualmente composta por quatro integrantes: Juninho Afram (vocal e guitarra), o qual é o líder e único integrante da formação original, Duca Tambasco (baixo e vocal), Jean Carllos (teclado e vocal) e Mauro Henrique(vocal e violão).

(sítio eletrônicohttp://www.wikipedia.org.)

print-tambasc-12

No ultimo domingo fãs da Oficina G3 em todo o Brasil foram surpreendidos com a publicação do baixista da banda Eduardo Tambasco, relatando o que chamou de ROUBO de uma bolsa que ele mesmo admite ter esquecido em uma das cadeiras de um dos backstages do evento Conquista Adora Ao Senhor, realizado na noite de sábado (29/10), na abertura da 12ª Semana da Cultura Evangélica de Vitoria da Conquista-BA.

O que seria triste por si só tornou-se ainda pior, dada a maneira como o artista apresentou suas razões publicamente, sob o status de que se “Sentia em Paz”, diante da postagem no facebook, na qual tentou retratar precipitada, desrespeitosa e caluniosamente, o que afirma ter acontecido, conforme trechos que apresentaremos nesta reflexão.

O que deveria ser uma – aclamada – Nota de Repúdio às declarações do artista, tornou-se decididamente, após conversa entre equipes de produção, técnica, segurança, imprensa e de intercessão, uma merecida e necessária reflexão para todos. E assim, misericordiosamente, permitimos – por mais atacados que os citados em sua infeliz publicação tenham sido – cumprir a Lei de Cristo, como determinado em Romano 12:17-19 (A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas, perante todos os homens. Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor.)

Um desafio, diante das graves declarações do artista que, talvez acostumado com a gloria dos palcos e o êxito que a carreira musical lhe trouxe nos últimos 20 anos, tenha esquecido que seu sucesso não o faz dono da verdade e a sua opinião não sobrepõe as dos outros.

Eduardo intitula seu texto afirmando que foi ROUBADO.  O que em hipótese alguma pode ser aceito! O  Artigo 157, caput, do Código Penal define Roubo como ato de subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outro, mediante grave ameaça ou violência a pessoa , isso não aconteceu e ele mesmo admite:

print-tambasc-3

A partir dai, segue lamentavelmente uma linha desastrosa e põe em cheque a integridade do que afirma. Sai no ataque generalizado aos profissionais do evento:

print-tambasc-4

Inaceitável por quaisquer dos citados a fala, que fere o princípio da presunção da inocência (ou princípio da não-culpabilidade), que estabelece o estado de inocência como regra e está previsto expressamento pelo artigo 5º, inciso LVII, da Constituição Federal, que preceitua que “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória“.

Além disso, ao determinar quem possa ter cometido o crime que definitivamente não ocorreu, o artista incorreu em, segundo o Código Penal Brasileiro, crimes contra a honra, previstos nos artigos 138, 139 e 140:

Calúnia –  Art. 138 – Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime.

Difamação – Art. 139 – Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação.

Injúria – Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.

O artista se contradiz em diversos momentos e afirma que foram 5 minutos desde que notou seu esquecimento – ao contrário do ROUBO –  no entanto, vinte a trinta minutos após deixar o camarim de imprensa não retornou para questionar ou procurar o suposto pertence. É o que afirma o jornalista e também pastor, que coordenou a equipe de jornalistas que trabalhou em todas as entrevistas coletivas, bem como equipe que desmontou os equipamentos do camarim. “Desmontamos a estrutura e não havia nenhum único pertence alem dos equipamentos de imprensa e em cerca de vinte minutos ninguém retornou informando o acontecido“.

print-tambasc-4

A acusação indevida de ROUBO continua durante todo o texto e o artista mantém a presunção de culpa, ampliando seu alvo, e desta feita ainda mais drasticamente:

print-tambasc-6

Os alvos da acusação agora ampliados, alcançam a mídia! Os profissionais da mídia que divulgaram, participaram e cobriram o evento, trabalhando no backstage! A mesma mídia, de quem tiveram colaborativa participação e cobertura durante vinte anos, agora é atacada pelo artista casado com uma jornalista.

Estranhamente absurda, e que não julgaremos se numa atitude de preconceito com a cidade/estado/região, foi sua afirmação de que “sinceramente não tem esperança de encontrar a tal bolsa“, apos destacar o nome da cidade em p.s.  (post scriptum), usado em textos como uma estratégia retórica de quem escreve para depois de percorrer todo o corpo do texto, o leitor se deparar, com uma ideia posta em destaque.

print-tambasc-10

Ora, se é isso o que pensa o artista a respeito de Vitória da Conquista, do estado da Bahia e ou do Nordeste, porque aceita agendas nesses lugares?

print-tambasc-13

Quanto as reclamações do que chamou de “desgoverno no palco”, e “presságio da desgraça”, refutamos veemente sua afirmação! Se havia uma quantidade na qual ele mesmo se perde e não dimensiona seguramente, o baixista parece ter substituído a visão ministerial do negócio, e enxergar apenas a artística, onde o púlpito é trocado pelo palco e deve atender especificações técnico-artísticas e exigências particularizadas de quem o pode compor.

A JB Produções informa que a banda foi paga no cachê contratado. Em face do desrespeito público nos manifestamos, como profissionais, com repúdio às afirmativas do artista e exigimos o respeito que o reservamos em sua passagem pela cidade, ressaltando que quem não devolve um objeto encontrado comete crime de qualquer maneira. Este crime chama-se “apropriação de coisa achada”, cuja pena é de detenção de um mês a um ano ou multa, de acordo com o art. 169 do Código Penal.

Nos manifestamos, ainda, como irmãos de Fé no Senhor Jesus Cristo, a quem toda Honra, Louvor e Glória são devidos, e lamentamos o constrangimento de todos os citados e do artista também, ao tempo em que declaramos publicamente nosso perdão e ministramos enquanto produção, segurança e imprensa, toda sorte de bençãos para sua vida.

“Não vos amedronteis, portanto, com as suas ameaças, nem fiqueis alarmados; antes, santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, estando sempre preparados para responder” (1 Pedro 3:14-15

Quase 30 mil têm provas do Enem adiadas na Bahia; veja lista dos locais

No Brasil, 191.494 farão a prova na nova data, 3 e 4 de dezembro

 

Na Bahia, 29.810 inscritos no Enem tiveram suas provas adiadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), por causa das ocupações em locais de prova. A lista dos 304 locais por todo o Brasil – 42 na Bahia – onde as provas foram suspensas foi divulgada na tarde desta terça-feira (1).

Se você ia fazer prova em um desses locais, só poderá fazer o exame nos dias 3 e 4 de dezembro. Ainda não está definido se a prova será aplicada nesses locais ou em outro lugar. Segundo o Inep, os inscritos desses locais vão receber um SMS explicando a situação. Qualquer dúvida, ligar para 0800 616161.
Embora no restante do país existe um equilíbrio de escolas e universidades ocupadas, na Bahia quase todos os locais pertencem a instituições de ensino superior. Os 42 locais, distribuídos por 25 municípios, somam 29.810 inscritos. O número equivale a 4,48% dos 664.697 inscritos no estado. A cidade com mais pessoas afetadas é Vitória da Conquista: 4.152. Em Salvador, são 3.810, espalhados por 6 locais de prova.

O prazo estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC) para desocupação das instituições de ensino era até às 23h59 (horário de Brasília) desta segunda-feira (31). Hoje o Inep consolidou a lista dos locais de realização do Enem.

Brasil

Em todo o país, 304 locais de prova, em 126 municípios, ainda estão ocupados. Estes locais reúnem 191.494 inscritos, que vão precisar fazer a prova em dezembro. Em coletiva de imprensa na tarde desta terça (1), a presidente do Inep, Maria Inês Fini, comentou o assunto.

“Eu devo dizer a vocês que toda a equipe do Inep, que pensa no exame, lamenta profundamente a ansiedade que esses 191.494 jovens ainda manterão esperando mais um período para realizar a prova. Não é possível um tempo menor, em razão de toda essa logística de segurança que o exame exige”, afirmou Fini.

Impunidade em crimes contra jornalistas preocupa a ONU

Mais de 800 jornalistas foram assassinados por cumprir a sua tarefa de informar ao público, aponta organização

Agência Brasil
02/11/2016 23:03:00

Durante a última década, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 800 jornalistas foram assassinados por cumprir a sua tarefa de informar ao público. É preocupante que apenas 10% destes crimes tenham levado a condenações. A impunidade encoraja os criminosos e ameaça toda a sociedade e, principalmente, os jornalistas. Hoje (2), é o Dia Internacional pelo Fim da Impunidade dos Crimes contra Jornalistas.

O relator especial da ONU para a liberdade de expressão, David Kaye, emitiu ontem (1º) um comunicado aos países para que tomem medidas de proteção que garantam a segurança dos profissionais da comunicação.

“Os ataques a jornalistas e as ameaças a sua segurança têm várias formas: atentados a sua integridade física, interferência na confidencialidade de suas fontes e acosso mediante vigilância, para citar apenas algumas”, disse.

Kaye ressaltou que a proteção contra estas ameaças é fundamental para que os jornalistas possam fazer seu trabalho, mas também para que a sociedade tenha acesso à informação e para que os governos prestem contas de suas ações.

O relator considerou particularmente preocupantes as crescentes ameaças à segurança digital dos jornalistas, posta à prova com bloqueios de páginas da internet e leis que proíbem ou limitem a codificação de mensagens.

 De acordo com o Comitê para a Proteção de Jornalistas, 52 profissionais dos meios de comunicação foram assassinados este ano e, na maioria dos casos, os governos não tomaram as medidas para responsabilizar os criminosos.
Brasil em nono lugar na lista de impunidade
O Brasil figura em 9º lugar na lista de impunidade do comitê, com 15 jornalistas assassinados com absoluta impunidade na última década. Entre os avanços atribuídos ao Brasil está a condenação de suspeitos em seis casos de assassinatos nos últimos 3 anos, mais do que qualquer outro país em que houve registro de mortes de jornalistas. No entanto, o Brasil perdeu duas posições no ranking da impunidade devido a novos casos de assassinatos.
De acordo com a organização Repórteres Sem Fronteiras (Reporters Sans Frontieres – RSF), com quatro jornalistas mortos este ano, o Brasil é o quarto país do mundo com mais mortes desses profissionais em 2016, ficando atrás do México, que contabiliza 12 mortes, da Síria (7 mortes), do Iêmen (5 mortes) e empatado com o Iraque (4 mortes).
Segundo dados da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), entre maio de 2013 e setembro de 2016, foram contabilizados 300 casos de agressões a jornalistas durante a cobertura de manifestações. Policiais, guardas municipais, guardas legislativos e seguranças privados foram responsáveis por 224 violações.
Em 18 de dezembro de 2013, a Assembleia Geral da ONU aprovou a primeira resolução relativa à segurança dos jornalistas e à impunidade, condenando todo tipo de ataques contra os trabalhadores dos meios de comunicação e proclamando o dia 2 de novembro como o Dia Internacional pelo Fim da Impunidade dos Crimes contra Jornalistas.

MEC adia Enem de mais de 191 mil estudantes para os dias 3 e 4 de dezembro

O Ministério da Educação (MEC) decidiu adiar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 304 locais de provas devido às ocupações de escolas, institutos e universidades federais. Paraná, com 74 ocupações, e Minas Gerais, com 59, têm o maior número de locais de provas ocupados. O adiamento atingirá 191.494 candidatos, que farão as provas nos dias 3 e 4 de dezembro.
Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), os estudantes serão avisados ainda hoje (1º) por SMS que não farão a prova neste final de semana, nos dias 5 e 6. Os candidatos também serão informados posteriormente dos novos locais.
“O Inep lamenta profundamente a ansiedade que esses jovens manterão esperando mais um período para realizar a prova”, disse a presidente da autarquia, Maria Inês Fini, em entrevista coletiva. Segundo ela, os estudantes que fazem parte das ocupações têm direito a se manifestar, mas também é preciso garantir o direito de ir e vir e de ter aulas dos demais estudantes.
Segundo Maria Inês, o adiamento não prejudicará a utilização dos resultados do Enem para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e i Fundo de Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
Em relação ao custo da mudança, o MEC, que havia cogitado repassar o gasto do adiamento aos responsáveis pelas ocupações, voltou atrás e informou que o governo federal deverá arcar com a alteração. O Enem custa para o governo R$ 90 para os estudantes isentos de taxa de inscrição e R$ 72 para aqueles que pagaram. O custo de cada prova adiada deverá ser de cerca de 70% desse total, uma vez que neste final de semana o MEC deixará de gastar com fiscais de prova e outras despesas.
A prova aplicada em dezembro terá o mesmo modelo e nível de dificuldade do Enem deste fim de semana, segundo o Inep, mas com questões diferentes.

Outubro Rosa é tema de sessão na Câmara de Conquista

Outubro Rosa é tema de sessão na Câmara de Conquista

sessao_outubro_rosa28_out_16_108

A Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) realizou nessa sexta (28), sessão especial para debater a “Campanha Outubro Rosa”. A solicitação foi apresentada pela vereadora Maria Lúcia Rocha (DEM), através do requerimento 67/2016.A Mesa foi composta pelas vereadoras Irma Lemos (PTB) e Maria Lúcia Rocha (DEM); pela Dra Monalisa Ferraz; a presidente da Casa do Amor, Maria do Carmo Gomes Cândido; da Assistente Social Ieda Gomes Cardoso; e da Psicóloga Daniele Froes Vasconcelos.

Irma Lemos (PTB)

A vereadora Irma Lemos disse que “falar do Outubro Rosa ainda é muito tímido, porque ainda são feitas algumas ações individuais. Já era para as mulheres terem algo concreto para executar no Outubro Rosa”. Afirmou que há algumas atividades na Praça Nove de Novembro, e em outras praças, mas já está na hora de juntar, escolas, a cidade e fazer um grande evento de conscientização. “Muitas mulheres ainda não acordaram para o câncer de mama”. Acrescentou que são poucas as que fazem mamografia, sugerindo que ginecologistas do poder público conscientizassem as mulheres sobre o câncer de mama, ensinando sobre o auto exame e a necessidade de se procurar um médico quando sentir uma dor diferente. “Nós sabemos que o câncer no começo tem cura”, citando o exemplo de um irmão curado do câncer de próstata. Lamentou que a Casa não estava lotada. “O interesse é muito pouco. Tem que começar nas escolas, nas associações de bairro, temos que procurar uma porta para levar as mulheres o perigo que corre. Importante fazer os exames”, desejando a diminuição a cada ano dos índices de câncer de mama. “Procure seu médico e faça seu exame”.

Lúcia Rocha (DEM)

A vereadora e proponente da sessão, Lúcia Rocha (DEM) iniciou seu discurso lembrando que “Outubro é o mês do  combate ao câncer de mama, e essa campanha visa alertar a população para a importância da prevenção do câncer mais comum em mulheres em todo o mundo”. Ela relatou ainda que quatro a cada dez mulheres diagnosticadas com câncer de mama vão morrer da doença: “Esse é um dos índices mais altos do mundo”. Rocha alertou para a prevenção e lembrou que apresentou na CMVC um projeto que se une a diversas cidades e países para que no “Outubro Rosa se ilumine de rosa os monumentos de Conquista durante todo este mês sendo sinal de alerta às mulheres”. Por fim, a vereadora afirmou que esse é o momento de pensar sobre a responsabilidade de se cuidar.

Monalisa Ferraz

A mastologista Monalisa Ferraz destacou a importância da discussão do tema a fim de estimular a detecção precoce do câncer de mama. “Quando não se detecta o câncer inicialmente, ele pode atingir outros órgãos, órgãos vitais podendo levar até mesmo à morte”, disse ela. A médica estimulou o autoexame e o acompanhamento através de exames como a mamografia. “A sociedade brasileira de mastologista recomenda que entre os 35 e 40 anos seja feita uma mamografia e a partir dos 40 anos seja anual”, apontou. De acordo com o que foi apontado por Dra Monalisa, a detecção precoce do câncer de mama aumenta em até 95% as chances de cura. “A cura existe, é totalmente tratável”, disse a médica. Ela alertou também para o fato de que homens também podem desenvolver a doença, apesar do baixo risco.

Maria do Carmo Gomes Cândido

A Presidente da Casa do Amor, Maria do Carmo Gomes Cândido disse que a realidade em que convive é diferente da apresentada pela Dra. Monalisa Ferraz. “O público que temos é de mulheres pobres, que não tem o conhecimento e não tem ninguém para alertar”. Acrescentou que a incidência é grande e que os pacientes raramente tem a cura, por demorar na detecção da doença. “Uma paciente foi detectada com o câncer, há oito meses atrás, fez quimioterapia, rádio e agora chegou ao tumor cerebral e está sem visão. O local onde habitam não tem alerta. Ninguém que se interessa. São mulheres analfabetas, aparece o tumor e não é chamada a atenção para o que fazer”. Sugeriu que nos lugares onde as mulheres habitam, deviam ser estimulados para fazer o auto exame. “Perdemos mulheres novas, com 30, 32 até 27 anos pela falta de conhecimento”. Acrescentou que “fazemos trabalho na cidade. Temos grupos que fazem trabalho domiciliar. Nessas visitas alertamos sobre a prevenção”.

Ieda Gomes

A assistente social, Iêda Gomes, relatou todo o seu processo no tratamento do câncer de mama: “Tive câncer há 15 anos, tirei as duas mamas e estou completamente curada”. Iêda lembrou que 90% dos casos de câncer de mama podem ser curados e “logo que detectei o problema já tomei as precauções. Fazia os exames constantemente”. Lembrou das dificuldades ao descobrir o problema, “é muito duro mas ajuda a nos fortalecer”. Ela relatou que o câncer mata, assim como qualquer outra doença. “Tive o recurso para fazer o tratamento, mas infelizmente tem pessoas que não podem fazer o tratamento”, lamentou. Segundo ela, é muito fácil mandar fazer os exames, mas é difícil a pessoa da periferia conseguir fazer. “O tratamento é demorado e muitas vezes a mulher não consegue levar até o fim”. E finalizou dizendo que existe uma palavra, “resiliência, que é a capacidade de enfrentar certas coisas, de enfrentar as coisas e conseguimos viver do mesmo jeito. Goste muito de você mesmo, pense mais em você”.

Daniele Vasconcelos

A psicóloga Daniele Vasconcelos falou sobre os aspectos emocionais e psicológicos dos pacientes diagnosticados com câncer. Ela explicou que no primeiro momento o paciente se sente sentenciado à morte. No caso das mulheres, o medo da mutilação também a atinge. “Para as mulheres a mama tem uma representação bastante significativa. Ela tem uma representação social, uma representação de gênero e da maternidade”, detalhou a psicóloga. Ela explicou que cada mulher tem uma reação diferente por ter uma personalidade diferente. Daniele Vasconcelos também esclareceu que a psicologia trabalha na ressignificação dos sentimentos envolvidos na detecção do câncer, mostrando para a mulher que ela é capaz de superar a doença, tendo melhor controle sobre os sintomas negativos.

Câncer de Boca é tema de semana especial de prevenção

Especialista do Hospital Amaral Carvalho afirma que evento é uma conquista para a classe odontológica e à população brasileira

Feridas na boca que não cicatrizam, dores persistentes, caroços ou inchaço nas bochechas e mau hálito constante são sinais de alerta para o câncer de boca. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca) são estimados mais de 15 mil novos casos da doença no Brasil neste ano.
Pela primeira vez será comemorada a Semana Nacional de Prevenção do Câncer Bucal (de 1 a 5 de novembro) que estimula ações educativas e a promoção de debates sobre políticas públicas de atendimento integral. A cirurgiã dentista do Hospital Amaral Carvalho Priscila Delamano Criado de Bem comenta que é um avanço para os brasileiros e, especialmente, à classe odontológica. “É uma oportunidade de ressaltarmos a importância da higiene bucal e os efeitos do fumo e da ingestão de bebidas alcoólicas”.
Ela explica que lábios, gengivas, língua e garganta são partes do corpo que merecem atenção, por isso é necessária a realização de exame rotineiro da boca por um dentista ou médico, que permite detectar lesões precocemente.
Outra medida relevante é o autoexame da boca (veja imagem), técnica simples que contribui com a identificação de alterações, como mudanças na aparência dos lábios e da parte interna, caroços, feridas ou inchações. No entanto, esse procedimento não substitui a análise de um profissional.

Fatores de risco e prevenção
Priscila orienta que pessoas com mais de 40 anos de idade, com dentes fraturados, fumantes e portadores de próteses mal ajustadas devem evitar tabaco e álcool, além de ter acompanhamento odontológico constante. “Hábitos saudáveis ajudam a prevenir esse e outros tipos de câncer, por isso é imprescindível manter boa alimentação, rica em vegetais e frutas, praticar atividades físicas e se proteger do sol, com protetores e chapéus”.
Nos últimos anos, há descrição de tumores cancerígenos de boca e pescoço causados pelo HPV (papiloma vírus). “Percebeu-se um crescimento rápido na incidência em pessoas mais jovens que pode estar relacionada à prática de sexo sem proteção”, aponta.

No Amaral Carvalho
Para oferecer suporte aos pacientes submetidos a tratamentos que denotam cuidados e atenção especial à saúde oral, desde 1991, o Hospital Amaral Carvalho mantém o setor de Odontologia. “Antes de iniciar o tratamento oncológico, os usuários dos serviços passam por avaliação bucal para diagnosticar e tratar alterações que possam levar a inflamações ou infecções”, relata a cirurgiã dentista.
O setor é responsável pelo Programa de Prevenção de Câncer de Boca, que atende pacientes de Jaú e região e participa de eventos e campanhas de saúde conscientizando a população sobre a importância da prevenção e da detecção precoce do câncer de boca, além de treinar profissionais de saúde do serviço público para que possam se transformar em multiplicadores de informações em suas atividades e respectivas cidades. “O resultado da conscientização de cada vez mais pessoas sobre a doença é a redução considerável dos números de casos de tumores avançados encaminhados ao hospital”.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia